17.9.09

Cegueira.


Hoje vi-te, aliás revi-te..
Embora a minha péssima visão ao longe não tivesse ajudado nada, avistei-te.

Lá de cima da varanda consegui aperceber-me dos teus traços, dos teus gestos, do teu sorriso e reconheci-te..

Não foi fácil, confesso.
Não foi fácil em dois aspectos.
Em primeiro lugar não estava nada a espera de te encontrar e por isso mesmo olhei para aquela mesa de café com a maior das inocências e nem sequer me apercebi de tal presença inquietante, apenas quando senti que alguém também me olhava e esse alguém eras tu..

E aqui começa o segundo aspecto.. eras tu.. ao lado da tua namorada, com os amigos da tua namorada.. todo feliz e contente e é certo que mais uma vez estavas a expor as tuas teorias e muito provavelmente a falar de política.
E isto magoou, pensando melhor isto magoa.
Sinto-me trocada mesmo sabendo que nunca foste meu.
Sinto a tua falta mesmo tendo a perfeita noção que nunca me pertenceste.
Sinto a tua falta mesmo sabendo que não vales nada e que tudo, para ti, foi uma mera brincadeira.
Para mim, a brincadeira tornou-se séria demais e duradoura..

Não consigo entender estas mentalidades, não consigo entender estas atitudes.

A única coisa que sei é que não prestas e que te vou esquecer..
Ano novo, vida nova..

Quando gostares de alguém, mas gostares mesmo, vais aprender tanto..

Naquele momento, quando te avistei, preferi que a minha visão piorasse só pra não assistir àquilo..
Preferia a cegueira, a verdade é que todos me dizem que cega já sou por estar como estou por ti.

Adeus.


P.S. Esta carta jamais será lida pela pessoa em questão, serve apenas como desabafo.

5 comentários:

Mia disse...

Quando alguém brinca com os nossos sentimentos e não nos dá o devido valor, não merece sequer ter um décimo da nossa atenção.
sabes que mais? Pegavas num livro (bem pesado) e fazias pontaria e PUM em cheio na cabeça dele. Tinhas o dia ganho :P

Mary disse...

Acho que é amelhor coisa que fazes, não vale a pena estares assim por quem não merece.
Infelizmente eu sei bem o que isso é. Tb passei o mesmo no ano passado, mas como as minhas aulas começaram ainda nao tive a opurtunidade de me cruzar com ele. Tb sei que me vai custar, mas é mesmo como tu dizes: ano novo, vida nova.

Vamos seguir em frente :)

kiss kiss

Anónimo disse...

o que te leva crer k ele nunca vai ler isto?! ou s ja n leu?!

apesar d ficar na duvida se é pra ele ou pra outro alguém...

ninguém sabe pra quem é...
mt menos quem a deveria ler s vai aperceber s sera pra ele...

:S

Ladybird. disse...

Meu querido anonimo.
Se algum dia, a pessoa em questão ler o que escrevi, sabe concerteza quem é.

Obrigada ;)*

O senhor dono disse...

Façamos silêncio, demos as mãos, façamos uma rodinha e, um de cada vez, falemos mal dos homens (isto foi dito pelo cão, e não pelo homem, claro está)