28.11.11

Estes últimos tempos têm sido um desafio à minha força emocional. Este teste vai desde o desmascarar de más personalidades, a surpresas menos boas vindas de pessoas de quem nunca esperei receber tal coisa. Tenho levado com muito, mas aguentado com toda essa quantidade de desilusão. Sinto o meu coração apertadinho, apertadinho. Sei que errei muito, mas também sei que amei muito. E é por isso que determinadas atitudes magoam ainda mais. Não que eu espere receber dos outros o mesmo que dou.. mas magoa. Descobrir que falavam mal de mim nas minhas costas foi o menos, e quanto a esse assunto, nem quero ouvir falar. Refiro-me a votos de confiança que me foram retirados, após anos de grande amizade. Por pessoas que eram a minha família, por quem dei o que tinha e não tinha e que um dia acabei por perder. Por estupidez minha, eu sei. Mas merecia eu isto? Não sei, talvez sim, talvez não. A esses irmãos, desejo a maior das felicidades. São pessoas lutadoras, fortes, empenhadas e com amor naquilo que fazem. E eu, apesar de tudo e de triste, fico feliz por eles. Porque eles fizeram, fazem e caso queiram, sempre farão parte da minha vida, daquilo que era e no que me tornei.. E sinto saudade do que fomos e que achei que íamos ser sempre.
Quanto aos que ficam sempre, que fase após fase, nunca deixaram de me acompanhar, de acreditar no que sou e valho, um muito obrigado. Vocês são os melhores do mundo. E são vocês aqueles que merecem mais de mim, sem medida.. Vocês são os verdadeiros e sinto-me orgulhosa disso. De no meio de tanta gente falsa, mal agradecida, vocês se destacarem pela positiva. E brilham no meio de toda esta escuridão que por vezes se instala em mim. Obrigada.

2 comentários:

*M disse...

<3 São fases amor. Tá a ser difícil mas logo logo vai passar =) Nós, não só somos irmãs, como somos gémeas. Passamos pelo mesmo nas mesmas alturas =/
Desaperta esse coração apertadinho para eu poder dar-lhe um beijinho. =)*

MaryJane disse...

sempre aqui*